Sobre a RP-G(S)A

A Rede de Pesquisadores em Geografia (Socio)Ambiental/RP-G(S)A congrega profissionais vinculados a instituições envolvidas com a pesquisa geográfica, sejam elas universitárias ou não.

A rede possui duas finalidades primordiais: em primeiro lugar, facilitar a comunicação e o intercâmbio entre os pesquisadores dedicados a temas e problemas "híbridos", na interface da pesquisa sociogeográfica com a ecogeográfica; em segundo lugar, auxiliar na divulgação, junto a um público mais amplo (não geógrafos e cidadãos em geral), de resultados de investigações, estudos e reflexões que podem, por sua relevância, despertar interesse e ter utilidade para muito além da academia.

A despeito de sua identidade básica ser dada por sua relação com a pesquisa, isto é, com o conhecimento da realidade, a RP-G(S)A acalenta a ambição de tentar colaborar, também, para a transformação da realidade. Trata-se, pois, de uma ciência engajada e socialmente comprometida.

Também apostamos na conveniência de questionarmos as fronteiras disciplinares. Muito embora os pesquisadores da RP-G(S)A tenhamos com a Geografia a sua principal ligação profissional formal (mas não necessariamente toda a sua formação universitária), cultivamos com afinco o diálogo com pesquisadores de outras áreas disciplinares (História Ambiental, Economia Ecológica etc.). Mais amplamente, buscamos a inserção de nossas contribuições em espaços interdisciplinares de debates acadêmicos e acadêmico-políticos, como a Ecologia Política.

Por fim, acreditamos na inseparabilidade entre investigação científica e interrogação filosófica, assim como no potencial de fertilização recíproca entre saber científico e saber popular. O olhar da Geografia (Socio)Ambiental tem, no nosso entendimento, a vocação de não ser fechado e arrogante; pelo contrário: seu potencial reside, justamente, na abertura radical para múltiplos diálogos de saberes.